Escolher morar em apartamento alugado demanda uma análise cautelosa. Caso contrário, você corre o risco de fechar um mau negócio e alugar um imóvel que trará problemas e causará dores de cabeça no futuro.

Por outro lado, existe um jeito fácil e prático de evitar esse tipo de situação: planejar cada etapa do processo de locação. Dessa forma, você consegue verificar as suas opções e fazer uma escolha assertiva.

Pensando em ajudar você nessa nova etapa da vida, criamos um checklist com coisas que são indispensáveis de ter e fazer antes da mudança. Confira!

Pesquisar as opções de apartamento alugado

Muitas pessoas acham que essa é a parte mais simples do processo de morar em apartamento alugado. Entretanto, encontrar um imóvel que agrade é algo mais difícil do que parece.

É muito comum não gostar de 90% das opções disponíveis no mercado. Portanto, comece a pesquisar o quanto antes.

Afinal, não dá para ficar em um apartamento que não tenha seu estilo ou as especificações que você procura, como localização, número de quartos, entre outras.

Planejar o orçamento

Com algumas opções escolhidas e tendo em mente um valor básico para as mensalidades, é preciso fazer um planejamento financeiro.

Calcule seus gastos, lembrando-se de que, além do valor de aluguel, ainda será preciso desembolsar o pagamento de outras despesas, como a taxa de condomínio e o IPTU.

O recomendado é que essas despesas não ultrapassem 30% da sua renda mensal. Portanto, verifique se o valor está de acordo com o seu orçamento antes mesmo de escolher um dos apartamentos.

Visitar o imóvel escolhido

Depois de selecionar os imóveis que mais agradam e definir quais deles cabem no seu orçamento, agende algumas visitas.

Essa parte é importante garantir que algum deles atende as suas necessidades em relação ao espaço, iluminação, estrutura, dentre outros.

Além disso, é o momento em que você poderá garantir que o apartamento está em boas condições. Por isso, procure por infiltrações, pisos ou armários de madeira estragados e outros itens que precisam de ajuste ou concerto.

Separar a documentação para o apartamento alugado

Dentre os documentos requisitados estão: RG, CPF, comprovante de residência e comprovantes de renda. Entretanto, isso dependerá da imobiliária.

Normalmente, quando você se interessa por um apartamento alugado, é entregue um formulário chamado de “proposta” onde consta todas as informações da documentação.

Escolher a opção de garantia

Para morar em apartamento alugado, é preciso dar algumas garantias à imobiliária de que você sempre estará em dia com as mensalidades. As opções mais comuns são:

Fiador: É o responsável pelo pagamento do aluguel caso você fique com pendências. O fiador deve ser proprietário de um imóvel e não ter restrições no nome.

Caução: É uma opção de garantia em que você deposita três meses de aluguel na conta do locador, deixando esse valor retido até você sair do imóvel.

Seguro fiança: Caso você não tenha ninguém como fiador, é possível contratar uma seguradora que oferece serviços de seguro-fiança. O custo aqui é calculado com base no valor do aluguel junto com as taxas do imóvel.

 

Leia também: Comprar ou alugar um imóvel: qual é a melhor opção?