Se você está à procura de um investimento seguro e rentável, comprar imóveis para alugar é uma opção com muitos benefícios. Esse cenário é possível por conta do crescimento do mercado imobiliário no primeiro trimestre de 2018 e a mudança de estilo de vida dos brasileiros. Acompanhe neste artigo as vantagens de adquirir um patrimônio, transformando-o em renda mensal.

O mercado é um aliado

Atualmente, o mercado imobiliário está em retomada de crescimento. Um estudo da Fipe baseado nos dados da Associação Brasileira de Incorporadoras Imobiliárias, aponta que o índice de apartamentos e casas residenciais vendidas em janeiro de 2018 com relação ao ano anterior aumentou em 12%. Isso demonstra um aquecimento no ramo, indicando que adquirir imóveis para alugar voltou a ser um investimento benéfico e seguro.

Como em qualquer outro tipo de aplicação monetária, é preciso analisar três pontos: risco, rentabilidade e liquidez. No caso dos imóveis para alugar, os riscos são baixos, com uma rentabilidade (retorno financeiro) média, porém, com liquidez (conversão de seu valor em dinheiro) alta.

Imóvel X investimentos

Vamos dar um exemplo. Um CDB – Certificado de Depósito Bancário, possui baixo risco e rende em torno de 0,8% ao mês. Se você injetasse o valor de um imóvel de 300 mil reais, este renderia 2,400 mensais brutos. Este valor seria igual ou maior do que o aluguel do imóvel.

Porém, os benefícios de investir em imóveis para alugar vão além do valor mensal. Em contraponto com outras formas de investimento em produtos financeiros, ter uma casa ou apartamento é possuir um patrimônio.

Esse é o ponto mais importante: adquirir imóveis para alugar é mais do que ter uma renda por mês. É investir em um bem concreto e material que ao ser alugado, muitas vezes irá pagar os próprios gastos. Além disso, será valorizado durante os anos.

Agora, para garantir que o investimento será revertido e se pagará, é preciso ficar atento ao valor do imóvel e o aluguel que será praticado. Normalmente, na hora de projetar o valor do aluguel, calcula-se a média de 0.5% do valor do imóvel. Em uma conta rápida: se o apartamento vale 200 mil reais, por exemplo, o aluguel deverá ser em torno de mil reais.

Período fértil de oportunidades

Os jovens têm preferido o aluguel em vez da aquisição de um imóvel. E isso é resultado de um novo estilo de vida onde as novas gerações têm necessidade de mudanças periódicas por conta de seus trabalhos e estudos. Portanto, quem possui residências para aluguel encontra um mercado movimentado.

Outro segmento que tem ganhado força cada vez mais é o aluguel de temporada (que tem 90 dias como período limite). Optar por investir em imóveis para alugar em regiões turísticas, por exemplo, se mostra uma forma rentável. Tudo isso porque os valores recebidos nas temporadas normalmente são suficientes para manter a propriedade por grandes períodos, sem prejuízos.

E claro, proprietários que possuem casas ou apartamentos nessas condições também podem desfrutar, aumentando ainda mais o custo-benefício.

Pesquisar é essencial!

Para encontrar o imóvel certo, com o perfil mais adequado às necessidades e objetivos é preciso muita pesquisa. Ela será fundamental para encontrar imóveis para alugar com os valores, condições e na área ideal para um negócio com grande qualidade e benefício.

Leia também:  Casa ou apartamento: descubra qual é a opção ideal para você

Decidiu comprar um imóvel e quer dicas para planejar da melhor maneira possível? Então temos um material especial te esperando!